Parceiros

Queijo Artesanal Maria Nunes

Queijo Artesanal Maria Nunes, um produto da mais alta qualidade

Queijo Artesanal Maria Nunes

Queijo Artesanal Maria Nunes, é o sonho de uma mulher forte e sonhadora, que não deixa se abater pelo preconceito e cada vez mais quer mostrar para a sociedade que fortalecer o empoderamento e o protagonismo da mulher do campo é uma ação importante para o desenvolvimento rural sustentável.

Esta é a Christiane Brandão, quinta geração de uma família de produtores de queijos, que juntamente coma sua filha Jady, idealizaram em 2012 o projeto do Queijo Maria Nunes.

O queijo recebe este nome em homenagem A Fazenda Maria Nunes, onde seu pai morreu e através deste trabalho, tem em seu coração o sentimento de estar honrando sua memória.

A Fazenda está localizada aos pés do Pico do Itambé, também chamado de “teto do sertão mineiro”, sendo este um dos pontos mais altos da Serra do Espinhaço.

O Queijo Maria Nunes é produzido com leite Cru da mistura de Vacas das raças Girolanda e de vacas mais rústicas, de pouco leite que se alimentam principalmente de Capim Braquiária.

Maturado em madeira com controle de temperatura e umidade (alta, acima de 65%) é vendido a partir de 30 dias de maturação.

Para se tornar um campeão de medalhas, existem alguns detalhes que conferem ao queijo todas as suas qualidades e sabor, detalhes que influenciam no Terruá do Queijo maria Nunes, altitude, água da região e tipo de gado.

Serro 

A maneira artesanal de fazer o queijo de leite cru na Região do Serro/MG, foi reconhecida e certificada em 2011, coma Indicação de Procedência (IP), concedido pelo INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

A certificação confere uma proteção ao produto trazendo agregação de valor, dessa forma todo produtor que usar a marca “Serro” deverá seguir as normas de fabricação do queijo, normas zeladas pela Apaqs,

O queijo do Serro é influenciado pelas características do clima, relevo, vegetação e do solo da região, favorecendo a presença de bactérias que interferem em seu sabor.

Hoje em dia, o queijo do Serro é uma verdadeira atração turística.

Com forte influencia Portuguesa a produção do queijo do Serro é a mesma usada na produção do famoso queijo Serra da Estrela, tradicional região produtora em Portugal.

O costume foi adaptado pelos moradores do Serro e passada de pai para filho.

O queijo do Serro, possui características específicas de cor, consistência, gosto e conteúdo de bactérias lácteas.

O queijo artesanal é mais rico do ponto de vista nutricional, porque é um produto vivo, que mantém a reprodução das bactérias, chamada de maturação.

Quem produz se sente orgulhoso do ofício e preserva a maneira de fazer.

Hoje, o queijo do Serro é bastante consumido e é o 14º produto brasileiro reconhecido pelo INPI.

Para adquirir esse delicioso Queijo Artesanal Clique Aqui.

Artigos Relacionados